Para um Mapeamento das Mutações da Cultura na Era da Técnica

Coordenador: José Augusto Bragança de Miranda
Duração: 2002-2005
Referência: LA-I/03/1 

 

Resumo:
Um dos fenómenos mais interessantes na contemporaneidade tem a ver com a crise das esferas autónomas e fechadas em que se estruturava a experiência. Está em curso de instalação uma verdadeira economia generalizada onde os produtos culturais, económicos, políticos e técnicos se intercambiam e circulam segundo novas modalidades.

Se é certo que os cultural studies se impuseram, hoje são uma espécie de melting pot onde feminismo, gay studies, post-colonial studies, cibercultura, globalização, multiculturalismo imperam. Passámos, como mostrou Walter Benjamin, passámos de uma experiência da consciência falsa, para uma experiência de envolvimento tendencialmente total, que afecta os diversos sentidos, o corpo, a consciências e as próprias ligações, mas também as afecções que quase «inconscientemente» determinam os comportamentos chamados racionais. Metodologicamente trata-se de encontrar uma via de acesso à experiência actual de modo a apreender as suas principais tendências, o que só pode ser feito dentro de um paradigma comunicacional, atento à produção, transmissão e circulação de sem de todo o género, simbólico, económicos, subjectivos etc. Não menos importante são as estratégias afeccionais que se colocam às estruturas racionais contemporâneas. O contributo essencial do projecto assenta na determinação deste tipo de constrangimentos, de modo a possibilitar uma acção humana, criativa e responsável.

 

Objectivos: 

Os objectivos previsíveis decorrem da estruturação do projecto nos seguintes momentos:

  1. Construção de um modelo teórico das relações entre técnica e cultura;
  2. Formulação de uma teoria crítica da perda de sentido do mundo e a sua substituição por estratégias subjectivas;
  3. Estudo de caso sobre:
    1. a mutação dos géneros associado a novas políticas do corpo;
    2. a mutação das expectativas quando aumenta a instantaneidade técnica;
    3. a mutação das formas de consciência racional por influxo das afecções apolíticas, do medo, da fantasmização, etc.

Para além dos objectivos teóricos, ligados à construção de um paradigma crítico da cultura contemporânea, este projecto procura integrar numa perspectiva rigorosa uma série de temáticas que têm estado demasiadamente desintegradas, como é o caso dos estudos de género e da corporeidade, bem como dos efeitos da aceleração tecnológica sobre as expectativas e antecipações de futuro, como sobre as afecções apocalípticas contemporâneas. Propor-se-á numa nova noção de «mapeamento» ou «cartografia» cultural, que dê conta de algumas linhas de força constitutivas da contemporaneidade. Cada uma destas temáticas originará um livro e diversas intervenções sobre os seus campos de análise, contribuindo para colmatar uma lacuna existente no panorama científico português. 

 

Alguns indicadores:

  • Livros: 23
  • Artigos em revistas nacionais: 57
  • Artigos em revistas internacionais: 8
  • Comunicações em encontros científicos nacionais: 71
  • Comunicações em encontros científicos internacionais: 19
  • Organização de seminários e conferências: 23
  • Teses de doutoramento: 9
  • Teses de mestrado: 10